Quinta-feira, 16 de Abril de 2009

Problema: De que forma a nicotina influencia o ritmo cardíaco da daphnia magna?

 
 
Hipóteses:
1. Provoca o aumento do ritmo cardíaco.
2. Provoca a diminuição do ritmo cardíaco.
3. Conduz à morte.
4. Não influencia o ritmo cardíaco, o qual se mantém constante.
 
 
Material:
 
- Material existente na Escola:
 
* 1 Microscópio
* Proveta de 100 ml
* Lâminas de vidro com concavidade
* Algodão
* Papel de filtro
* Luvas
* Pipetas de plástico de 5 ml
* Pipetas de plástico de 1 ml

- Material que faz parte do Kit:

* Cultura de Daphnias
* Cultura de Chorella Vulgaris
* Droga: nicotina
 
 
Procedimento:
 
1-    Começámos por retirar, para uma lâmina de vidro com concavidade, uma dáfnia, colocando-a sobre uns fios de algodão e uma gota de água do meio onde ela se encontrava;
2-   Colocámos a daphnia no microscópio óptico;
3-   Localizamos o coração da daphnia;
4-   Momentos antes da injecção da nicotina, procedemos à contagem dos batimentos cardíacos da daphnia, procedendo da seguinte forma: durante 10s contámos os batimentos cardíacos da dáfnia, fazendo corresponder a cada batimento um ponto no caderno, executado com um lápis. No final desse intervalo de tempo, contámos número de pontos representados na folha e multiplicámos o número obtido por 6, de forma a obter o número de batimentos por minuto. Repetimos a contagem mais duas vezes e em cada uma das vezes, o nº de batimentos por minuto, tal como era previsto, foi superior a 200 e inferior a 300 (Isto depois de se fazer a multiplicação por 6).
5-   Preparámos uma solução concentrada de nicotina;
6-   Substituímos o meio em que a daphnia habitava pela solução de nicotina concentrada, através do método de irrigação;
7-   Por fim, observámos os batimentos da daphnia, neste novo ambiente, novamente ao microscópio, usando o mesmo procedimento realizado na experiência controlo, a qual serve de termo de comparação.
8-   Numa última fase, registámos os resultados obtidos e procedemos à análise e interpretação dos mesmos, retirando conclusões lógicas, as quais nos permitiram verificar se a nicotina é ou não uma substância estimulante para a dáphnia, aplicando tais conclusões ao contexto do Homem, enquanto ser Biológico.
 
         
 
Resultados:
                  
 
Conclusão:
 
No decorrer desta experiência, testámos o efeito de uma droga bastante conhecida na Daphnia, trata-se da nicotina. Uma vez que se trata de uma droga, a nicotina é uma substância que produz certas alterações no organismo da Daphnia, assim como no Homem.
Contudo, existem drogas depressoras, as quais tornam o funcionamento do organismo mais lento e dificultam o processamento das mensagens enviadas para o cérebro, e as drogas estimulantes que estimulam ou aceleram o funcionamento do cérebro e do corpo.
Com base nos resultados provenientes da realização desta experiência, verificámos que a presença de nicotina altera os batimentos cardíacos das Daphinas magna, induzindo ao seu aumento, pelo que poderá ser considerada de droga estimulante, contrariamente àquilo que a maioria da população julga.

Deste modo, e à semelhança daquilo que acontece com a Daphnia, a nicotina produz os mesmos efeitos no Homem, o que nos motivou a sensibilizar a população e principalmente os jovens para os risco que o hábito de fumar provoca no organismo.

 

No final da experiencia, o André apressou-se a contar ao Hugo aquilo que tinha descoberto, vamos “ver” como correu …
 
André: Tenho uma coisa para te dizer… o tabaco não te relaxa da forma que tu julgas, muito pelo contrário! A nicotina é uma substância estimulante e como tal acelera o funcionamento do teu corpo, deixando-te ainda mais excitado!
 
Hugo: Hei … dessa é que eu não estava à espera! Nunca pensei! Mas onde é que descobriste isso?
 
André: Foram as Dáphnias que contaram!
 
Ambos soltam grandes gargalhadas, caminhando juntos até à sala para mais uma aula.
 
 
 
Final da Aventura …
Com esta iniciativa tivemos oportunidade de conhecer melhor um ser aquático denominado de  Daphnia magna e de enriquecer os nossos conhecimentos acerca da acção da nicotina sobre o Homem, em comparação com aquilo que acontece com a Dapnhia.  Apesar de ter sido uma experiência relativamente trabalhosa, acabou por se revelar bastante interessante e divertida, tendo sido útil para desfazer mitos e elucidar os elementos do grupo para os perigos do tabaco.
No entanto, esperamos que tenham gostado do nosso Blog e que a informação nele contida também vos tenha sido útil, esclarecedora e elucidativa.

 

 

 



publicado por biologia10c às 19:23 | link do post | comentar

mais sobre mim
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Divulga Ciência – Project...

Vamos conhecer as Dapnhia...

O Ambiente ideal ...

O inicio da aventura …

A construção da casa das ...

De que se alimentarão as ...

Uma conversa cheia de fum...

Acção da nicotina sobre a...

arquivos

Abril 2009

blogs SAPO
subscrever feeds